Governo defende privados que operam no Turismo

Paulo Portas e Cecília Meireles com lição estudada

Os governantes portugueses que vieram a Coimbra intervir na sessão de abertura do 38.º Congresso da APAVT enfatizaram o "mérito" e o papel dos privados no sector turístico.

Com Conceição Estudante a ouvir, o ministro de Estado e dos Negócios Estrangeiro assumiu deixou claro que “o crescimento económico é assegurado pelas empresas e que o mérito é das pessoas”, cabendo unicamente ao governo facilitar ou dificultar. E como defende que o Estado apoie “sem preconceitos” os privados que dão enorme contributo “para a imagem e solidez de Portugal”, Paulo Portas vai mais longe e assume que “não foi o sector privado o responsável pela dívida do País”, pelo que deve ser acarinhado.

No mesmo registo surgiu a secretária de Estado do Turismo. Cecília Meireles  falou de  números positivos mesmo que ténues, mas geradores da consideração que o turismo português resistiu, atribuindo méritos aos empresários.

+A A -A