Madeira na FITUR com participação optimista

Bruno Freitas diz que a Madeira é um destino que cativa operadores espanhóis

A participação da Madeira na FITUR, em Madrid, trará bons resultados para o sector do turismo. Quem o diz é o director regional de Turismo, que se encontra em Madrid a participar nesta feira juntamente com Conceição Estudante, elementos da direcção da Associação de Promoção da Madeira e empresários hoteleiros regionais.

A operação do mercado espanhol do Inverno passado mantêm-se inalterada para igual período do corrente ano, no entanto, Bruno Freitas sublinha que se tem notado uma maior procura e interesse pelo destino Madeira. "A procura do mercado espanhol pela Madeira está a apresentar bons indicadores. O mercado cresceu e mantêm-se por parte dos operadores boas perspectivas. O destino Madeira está a ter efectivamente procura pelos operadores espanhóis".

Perspectivas de crescimento
O responsável pela Direcção Regional de Turismo diz que ainda é prematuro falar num aumento de turistas, porém, sublinha que as "perspectivas e expectativas são de crescimento". Isto significa que "os operadores que tradicionalmente trabalham com a Madeira estão satisfeitos com o destino e encaram-no como um destino atraente e desafiante do ponto de vista comercial".

Embora ontem tenha sido o primeiro dia da FITUR, Bruno Freitas afirma que os primeiros contactos foram "positivos", quer para a Secretaria Regional do Turismo e Associação de Promoção, quer para os  empresários do sector que se deslocaram até à capital espanhola.

Relativamente aos restantes mercados emissores, o director regional de Turismo informa que também já foram realizados vários contactos e as perspectivas são igualmente animadoras. Além disso, sublinha Bruno Freitas, neste Inverno "houve um reforço significativo a nível de rotas. São cerca de mais 25 frequências que este Inverno tem comparativamente ao ano passado, o que indicia um Inverno melhor" que o de 2012.

Trindade optimista
A participação na BTL, em Lisboa, e na outra feira a realizar na Alemanha neste trimestre são apostas da Secretaria e Direcção Regional de Turismo que trarão bons resultados.

Optimista em relação ao Inverno e ao corrente ano está também o empresário hoteleiro António Trindade, do Grupo Porto Bay. António Trindade reconhece que o mercado espanhol não é a sua prioridade nem tem uma grande expressão na facturação e ocupação das unidades do grupo, mas diz estar optimistas.

No que se refere aos restantes mercados, os denominados tradicionais, António Trindade diz que os operadores têm transmitido a ideia de que pode haver um decréscimo para o próximo Verão. "Mas o mais importante é que se assiste actualmente a um retomar de operações para mercados que eram muito importantes para a Europa e que nos últimos dois anos foram abaixo como, por exemplo, a Grécia".

No entender daquele empresário hoteleiro madeirense "ainda estamos a tempo de criar condições para que estes enguiços de Verão possam ser ultrapassados".

 

+A A -A