Regresso da Jet2 à Madeira revela que ingleses acreditam na Região como destino seguro

A companhia aérea Jet2 retomou, este domingo, as viagens aéreas para a Madeira. "Trata-se do maior operador inglês que opera para a Madeira e que já na segunda-feira faz chegar aqui um conjunto alargado de voos, que transportaram centenas de pessoas para a Madeira", frisou o secretário regional do Turismo.

Eduardo Jesus salientou que "pese embora as restrições que a Inglaterra ainda coloca no regresso de passageiros ao Reino Unido, a verdade é que a Jet2 conseguiu motivar um conjunto alargado de turistas que, ainda assim, acreditando no destino seguro que a Madeira representa, preferem vir cá passar férias, mesmo que tenham de ficar de quarentena no seu regresso.

O governante representa que esta é uma prova de confiança relativamente à Madeira. "É um destino seguro não pelo que as pessoas dizem, mas porque têm sido tomadas medidas muito objectivas que transmitem essa mesma segurança", destaca Eduardo Jesus, lembrando a criação do Manual de Boas Práticas que foi criado, bem como da Certificação Sanitária do Destino, a triagem de passageiros e o uso obrigatório de máscaras.

Eduardo Jesus afirma que estas são medidas que contribuem para um destino mais seguro, sendo que a JET2 compreendeu este cuidado, não só para com quem chega, mas também para com quem habita.

O governante mostrou-se satisfeito por ver chegar o primeiro avião da Jet2 desde o início da pandemia, que representa uma retoma em que é preciso acreditar para contagiar positivamente todo o sector.

 

+A A -A