preprocess Presidente da Confederação do Turismo apela à calma no sector | turismo.dnoticias.pt

Presidente da Confederação do Turismo apela à calma no sector

O presidente da Confederação do Turismo Português (CTP), Francisco Calheiros, apelou hoje à "calma" a propósito do coronavírus, lembrando que o sector costuma ser o "primeiro a entrar em crise e o primeiro a sair".

"O que nós temos dito, e aquilo que refletimos e que passamos aos nossos associados, é que neste momento é preciso ter calma, porque ainda se sabe pouco sobre o vírus. É uma realidade, é mau, as situações têm estado a acontecer", disse Francisco Calheiros à Lusa, à margem de uma reunião na sede do PSD, em Lisboa, sobre o aeroporto do Montijo.

O responsável frisou que "nas várias crises que têm aparecido, costuma ser o primeiro setor a entrar na crise e o primeiro a sair da crise", e que devido ao surto do novo coronavírus implicar mudanças nas deslocações das pessoas, o turismo entrou "mais depressa".

"Há setores, e nomeadamente alguns dentro do turismo, que estão com problemas muito reais e muito concretos", acrescentou.

Francisco Calheiros relembrou ainda que está marcada uma reunião para segunda-feira do Conselho Permanente da Concertação Social para responder ao surto de Covid-19, de forma a "ver quais são as ações que o Governo vai propor nesse sentido".

Na sequência do surto de Covid-19, a Bolsa de Turismo de Lisboa (BTL) foi adiada para os dias 27 a 31 de maio, após as entidades públicas de turismo e várias associações do setor terem cancelado a sua participação no evento, anunciou na quinta-feira a organização.

Também a TAP decidiu reduzir a capacidade num total de 1.000 voos, em março e abril, devido ao "forte abrandamento" nas reservas, em pleno surto de Covid-19.

 

+A A -A