Hotelaria da Madeira teve a melhor taxa de ocupação em Janeiro

Apesar da quebra face ao mesmo mês de 2018, superou em 19 pontos percentuais a média nacional e mais 6 pontos a segunda região, Lisboa

De acordo com o AHP Tourism Monitors, ferramenta exclusiva de recolha de dados da Hotelaria nacional trabalhados mensalmente pela AHP - Associação da Hotelaria de Portugal, em janeiro de 2019 a Taxa de ocupação (TO) fixou-se nos 45%. Por destinos turísticos, destaque para o Minho a registar a maior subida em variação na TO (mais 7,9 p.p.) e RevPar (mais 42%).

Em janeiro de 2019, a taxa de ocupação quarto em Portugal decresceu 0,8 p.p., em comparação com janeiro de 2018, atingindo os 45%. Por destinos turísticos, Madeira (64%), Lisboa (58%) e Grande Porto (47%) registaram a maior taxa de ocupação.

O ARR (preço médio por quarto ocupado) fixou-se nos 73 euros, com um crescimento de 5% face ao período homólogo. Em variação, Estoril (mais 17%), Alentejo e Minho ( mais 15%) foram os destinos que mais cresceram.

O RevPAR fixou-se nos 33 euros, com um crescimento de 3%, face ao mesmo mês do ano anterior. De destacar, nos destinos turísticos, o crescimento de 42% no Minho, seguido do Estoril com mais 35% e Leiria/Fátima/Templários com mais 14%.

Cristina Siza Vieira, presidente executiva da Associação da Hotelaria de Portugal (AHP), comenta “janeiro de 2019 registou um crescimento ligeiro, depois do arrefecimento de dezembro. No entanto, é notório o abrandamento perante o mês homólogo de 2018: em janeiro de 2018, a TO e o Preço médio cresceram, particularmente este último (mais 11%), de tal forma que projetaram o crescimento do RevPar, que nesse mês de janeiro de 2018 teve um crescimento de 17%. Este ano, apesar do ARR ter subido, houve uma quebra ligeira da TO”. 

Por destinos turísticos

MINHO
Em janeiro de 2019, a taxa de ocupação quarto foi de 42%, revelando um aumento de 7,9 p.p. face ao período homólogo. O ARR foi de 62 euros e o RevPar cresceu 42%.

GRANDE PORTO

Durante o mês de janeiro de 2019, os indicadores no destino Grande Porto apresentaram, face ao período homólogo, variações positivas de 0,5% no RevPar, o ARR foi de 72 euros. A taxa de ocupação quarto foi de 47%, menos 0,3 p.p. do que em janeiro de 2018.

BEIRAS

Durante o mês de janeiro de 2019, o destino turístico Beiras apresentou variações negativas de 1,9 p.p. na taxa de ocupação quarto, fixando-se nos 38%, o RevPar foi de 25 euros. O ARR subiu 3% face a janeiro de 2018.

COIMBRA

Em janeiro de 2019, as unidades hoteleiras de Coimbra apresentaram uma taxa de ocupação quarto de 41%, igual ao período homólogo anterior. Destaque ainda para o ARR de 58 euros e o RevPar decresceu 1%. 

VISEU

Em janeiro de 2019, a taxa de ocupação quarto foi de 23%, revelando uma quebra de 7,3 p.p., face a janeiro de 2018. O ARR cresceu 2% e o RevPar fixou-se nos 12 euros.

OESTE

Em janeiro de 2019 a taxa de ocupação quarto foi de 22%, evidenciando uma quebra de 4,6 p.p. face a janeiro de 2018. No mesmo período, o ARR aumentou 13%, enquanto o RevPar foi de 16 euros.

LEIRIA/FÁTIMA/TEMPLÁRIOS

No mês de janeiro de 2019 destaque neste destino para a subida da taxa de ocupação quarto em 4,6 p.p., face ao período homólogo, atingindo os 32%. O ARR foi de 48 euros, , e o RevPar cresceu 14%.

ESTORIL/SINTRA

Durante o mês de janeiro de 2019, a hotelaria do destino Estoril/Sintra apresenta variações positivas de 5,4 p.p. na taxa de ocupação quarto, fixando-se em 42%, o RevPar foi de 30 euros e o ARR cresceu 17%, face ao período homólogo.

LISBOA

No mês de janeiro de 2019, o destino turístico Lisboa registou uma taxa de ocupação quarto de 58%, revelando uma quebra de 2 p.p. face a janeiro de 2018. Em termos de RevPar, o valor de janeiro de 2019 cifrou-se em 54 euros, enquanto o ARR cresceu 5%.

COSTA AZUL 

As unidades hoteleiras deste destino apresentam, no mês de janeiro, um ARR de 54 euros. A taxa de ocupação quarto foi de 35%, mais 1,3 p.p., e o RevPar aumentou 8%.

ALENTEJO

Os hotéis deste destino apresentaram no mês de janeiro um ARR de 64 euros e o RevPar aumentou 11%, face a janeiro de 2018. A taxa de ocupação quarto foi neste mês de 35%, evidenciando uma quebra de 1,5 p.p. face ao período homólogo anterior.

ALGARVE 

Em janeiro de 2019, a taxa de ocupação quarto no Algarve foi de 32%, menos 0,4 p.p. face ao mês homólogo de 2018. A taxa de ocupação quarto, quando comparada por zonas, foi superior no Algarve Sotavento (47%), face ao Algarve Barlavento (27%) e ao Algarve Centro (3%). O ARR foi, em janeiro de 2019 de 51 euros e o RevPar aumentou 12%.

MADEIRA

Em janeiro de 2019, a Hotelaria da Madeira apresentou uma taxa de ocupação quarto de 64%, menos 3,9 p.p. face a janeiro de 2018. O preço médio por quarto ocupado foi de 67 euros, enquanto o RevPar decresceu 2%.

AÇORES

Em janeiro de 2019, os Açores apresentaram uma taxa de ocupação quarto de 30%, menos 0,5 p.p. do que no período homólogo anterior. O ARR foi de 50 euros e o RevPar registou uma descida de 3% face a janeiro de 2018.

+A A -A

Os mais...