Preço médio por quarto na hotelaria nacional sobe para 40,40 euros em 2012

Presidente da AHP, Miguel Júdice, garante que, com estes valores, "a hotelaria não é rentável"
Foto: Joana Sousa/ASPRESS

O preço médio por quarto disponível no setor  hoteleiro nacional foi de 40,40 euros em 2012, mais 1,81 euros do que no  ano anterior, revelou a Associação da Hotelaria de Portugal (AHP).

"Com este tipo de valores, a hotelaria portuguesa, no geral, não é rentável",  afirmou, em comunicado, o presidente da AHP, Miguel Júdice, com a ressalva,  porém, que o custo operacional homólogo por quarto é superior aos 40,40  euros e que os dados para 2012 não estão ainda consolidados.   

No âmbito do inquérito à hotelaria da AHP, que questionou 160 responsáveis  do setor, 48% dos participantes "consideraram que a taxa de ocupação por  quarto foi inferior ao previsto e que o preço médio por quarto vendido ficou  abaixo do previsto (56% dos inquiridos)".  

"Há demasiada oferta. Só em 2012, a capital ficou com mais 600 quartos  disponíveis, nascendo, em média, em Lisboa, mais de oito hotéis por ano",  afirmou, no mesmo comunicado, a presidente da direção executiva da AHP,  Cristina Siza Vieira.   

Em Novembro, o presidente do Turismo de Portugal, Frederico Costa, disse  que os preços dos hotéis, nomeadamente em Lisboa, estão demasiado baixos  e penalizam os investimentos que foram feitos.   

"[Os preços] não podem continuar a baixar. Os resultados operacionais  não chegam hoje em dia para pagar os serviços da dívida", sublinhou, acrescentando  que os preços são demasiado baixos comparativamente a outras cidades europeias  "e isso pode ser muito penalizador para os investimentos que foram feitos".  

O preço médio por quarto disponível caiu 2,95% entre janeiro e setembro  de 2012, face ao período homólogo de 2011, enquanto a taxa de ocupação se  reduziu em 1,83%, segundo dados divulgados também pela AHP.   

Em relação a Lisboa, o preço médio por quarto disponível caiu 15,77%  em Setembro face ao mês homólogo de 2011, reduzindo-se para 70,61 euros. 

+A A -A