TAP promove internacionalização de vinhos portugueses

A TAP entregou a 58 tripulantes de cabina, os diplomas e crachás de ‘Wine Advisor’, que concluíram com sucesso e, de forma voluntária, o nível 2 das acções de formação sobre vinhos ministradas e certificadas pela ViniPortugal, consolidando assim, mais uma etapa da iniciativa TAP Wine Experience, dotando-a de mais comunicação e experimentação do vinho português.

Através desta formação, os tripulantes da TAP passam a ser embaixadores certificados dos vinhos portugueses e reforçam o compromisso da TAP de promoção do que melhor se faz em Portugal.

Esta iniciativa enquadra-se na estratégia mais ampla de promoção e internacionalização dos vinhos portugueses que a TAP tem vindo a intensificar e que designou como 'TAP Wine Experience'.

A TAP proporciona aos seus Clientes uma ampla variedade e qualidade de vinhos portugueses a bordo. No ano passado, a Companhia implementou a nova carta de vinhos, que oferece tintos, brancos, rosés, moscatéis, portos e espumantes aos passageiros e, desta forma, cria a bordo uma verdadeira 'Wine Experience'.

É para melhorar e valorizar ainda mais esta experiência que as tripulações da TAP estão a receber formação, ficando aptas a prestar qualquer informação sobre os vinhos portugueses e a recomendar os vinhos mais adequados a cada tipo de refeição escolhida pelos passageiros. Cerca de 400 dos mais de três mil tripulantes de cabina da TAP frequentaram os cursos de nível 1 da ViniPortugal e, desses, 58 receberam agora o seu diploma “Wine Advisor”, após conclusão da formação de nível 2.

O objetivo da TAP é que todos os tripulantes de cabina da Companhia frequentem estas ações de formação em vinhos, que são voluntárias e se realizam em regime extralaboral, sendo de sublinhar a grande adesão, interesse, entusiasmo e participação por parte destes profissionais da TAP.

A TAP avançou também com novas formas de comunicação de forte impacto, para que os produtores possam criar momentos de degustação e divulgação junto dos Clientes da Companhia, permitindo que pequenos, médios e grandes produtores possam fornecer a TAP, escolhendo os períodos e as rotas que considerem mais importantes para as respetivas estratégias de internacionalização.

Neste âmbito, está já em curso, durante os próximos três meses, a bordo dos aviões da TAP e em rotas selecionadas, uma ação de promoção dos vinhos da Região Vitivinícola do Tejo, com 25 mil garrafas de vinhos de cinco produtores desta região: Adega do Cartaxo, Herdade dos Templários, Pinhal da Torre, Quinta da Alorna e Quinta da Lagoalva.

Para Luís de Castro, Presidente da Comissão Vitivinícola Regional do Tejo, "esta iniciativa da TAP faz todo o sentido, daí a termos apoiado desde o início.  É uma forma de os produtores de Vinhos do Tejo verem os seus vinhos presentes em destinos que são estratégicos para a Região", beneficiando os cerca de 1,5 milhões de passageiros mensais da TAP e os diversos canais de comunicação da Companhia, como as páginas na internet e redes sociais, newsletters, canais de comunicação interna, entre outros, para darem a conhecer a um amplo universo de consumidores os vinhos que produzem.

+A A -A