Cruzeiros renderam 40,8 milhões até Novembro

288 navios de cruzeiros já fizeram escala este ano
Objectivo é atingir os 600 mil turistas em 2012

Os mais de 511 mil turistas em trânsito que passaram pelo porto do Funchal até o passado mês de Novembro derramaram na economia regional qualquer coisa como 40 milhões e 880 mil euros.

As contas são fáceis de fazer. De acordo com estudos realizados, um turista de cruzeiros gasta, em média, durante a sua passagem pela Madeira, 80 euros, mais cinco euros que em Canárias. A este valor há ainda a somar os gastos efectuados pelos membros das tripulações dos navios que fizeram escala no nosso porto nos primeiros 11 meses do corrente ano. Gastos esses que em alguns casos são superiores a 80 euros por cada tripulante.

600 mil é objectivo
O objectivo que foi definido pela actual presidente do conselho de administração dos portos - APRAM - foi atingir os 600 mil passageiros até final do corrente ano. Um objectivo que a concretizar-se representa um recorde absoluto em termos de passageiros e escalas de navios. Caso este objectivo seja alcançado, representará uma receita para a economia regional de pelo menos 48 milhões de euros só em gastos dos turistas.

As autoridades portuárias, tal como os restantes agentes económicos, também acabam por beneficiar deste aumento de escalas no porto do Funchal. As taxas pagas pelos armadores dos navios, entre 20 a 30 mil euros, são a sua principal fonte de receita.

O valor cobrado varia conforme a tonelagem e número de passageiros dos navios que fazem escala no nosso porto mas, de acordo com os nossos cálculos, os 288 paquetes que já passaram este ano pela Pontinha traduziram-se numa receita para a APRAM superior a 5 milhões e 760 mil euros. Isto tendo em conta que cada um destes 288 navios pagou apenas uma taxa de 20 mil euros.

+A A -A