Cruzeiros crescem 3% no Porto de Lisboa

Infra-estrutura recebeu 192.685 passageiros até Junho

A atividade de cruzeiros no Porto de Lisboa registou, no primeiro semestre do ano, um crescimento de 3% em termos de escalas e de passageiros, atingindo as 133 escalas e 192.685 passageiros, segundo dados hoje divulgados.

De acordo com o Porto de Lisboa, caso as previsões se confirmem, a atividade de cruzeiros registará em 2017 um crescimento de 11% ao nível das escalas, e de 1% ao nível dos passageiros, prevendo-se, assim, um total de cerca de 344 escalas e de 526 mil passageiros.

Em termos comparativos, nos primeiros seis meses de 2016, o porto de Lisboa tinha registado 129 escalas e 187.903.

O aumento do número de escalas foi impulsionado pelo crescimento de 13% das operações em trânsito, que passaram de 85 para 96, o que se justifica pela subida deste tipo de escala efetuado pelos operadores Royal Caribbean Internacional, Aida Cruises e Thomson Cruises, explica o porto de Lisboa. 

“Na realidade, assiste-se a um aumento do número de navios de cruzeiros a operar no Mediterrâneo e ilhas atlânticas – 166 em 2016 contra os 173 em 2017 – as duas principais áreas de influência do Porto de Lisboa”, justifica.

No que diz respeito aos passageiros, o aumento de 3% foi determinado pelos crescimentos de 1% dos passageiros em ‘turnaround’ (para 19.221), e de 3% dos passageiros em trânsito que aumentaram para os 173.217, o que se justifica pela ocorrência de mais 11 escalas em trânsito. 

De referir ainda que o aumento de sete navios de cruzeiro a operar no Mediterrâneo e ilhas atlânticas representou um crescimento da oferta de camas disponíveis em 7.337, passando de 215.197 em 2016, para 222.534 em 2017.

Segundo os dados do Porto de Lisboa, durante o primeiro semestre de 2017 o mês de maio foi o que registou o maior número de escalas (51) e de passageiros (81.971), “tendo sido mesmo o melhor maio de sempre em passageiros de cruzeiro".

O primeiro semestre do ano ficou, ainda, marcado pelos cinco navios de cruzeiro que passaram pelo Porto de Lisboa pela primeira vez, dos quais se destacou o MSC Meraviglia, pelo facto de Lisboa ter sido um dos primeiros portos a ser escalado pelo navio depois de ter saído de estaleiro. 

Para este ano prevê-se que 10 cruzeiros passem por Lisboa pela primeira vez.

Para o segundo semestre do ano, “aquele que regista a maior concentração da atividade, justificada pela sua sazonalidade, embora cada vez mais esbatida”, o Porto de Lisboa prevê receber cerca de 211 escalas e 333 mil passageiros, estima.

 
+A A -A