Book Tours, Activities, Experiences and Things to do in Madeira and Porto Santo islands

Governo assina hoje contrato de concessão do terminal de cruzeiros de Lisboa

Grupo Sousa integra consórcio

O ministro da Economia preside hoje à assinatura  do contrato de concessão do terminal de cruzeiros de Lisboa com o único  consórcio concorrente, que junta Global Liman Isletmeleri, Grupo Sousa,  Royal Caribbean Cruises e Creuers del Port de Barcelona.   

Além de António Pires de Lima, vão estar presentes os secretários de  Estado das Infraestruturas, Transportes e Comunicações, Sérgio Monteiro,  e do Turismo, Adolfo Mesquita Nunes, o presidente da Câmara de Lisboa, António  Costa, representantes do consórcio e o Conselho de Administração da Administração  do Porto de Lisboa (APL).   

A cerimónia vai decorrer no terminal de Santa Apolónia.   

Em maio, Sérgio Monteiro disse que as obras para o novo terminal de  cruzeiros vão estar concluídas no próximo ano e sublinhou a importância  de melhorar a oferta, para que a infraestrutural seja ponto de início ou  fim dos cruzeiros, o que tem maior impacto económico do que o serviço de  escalas.   

Segundo o secretário de Estado do Turismo, Portugal é o 6.º destino  de cruzeiros da Europa.    

De acordo com as regras do concurso de concessão, o consórcio terá de  pagar à APL 300 mil euros por ano de taxa fixa e 0,22 euros por passageiro  de taxa variável, tal como uma contrapartida pelos serviços prestados (pilotagem  e outros) que, em 2013, totalizou cerca de 2,5 milhões de euros.   

A proposta vencedora prevê o investimento de construção da nova gare  de passageiros, um valor que a APL estima em cerca de 22,7 milhões de euros.  

O contrato de concessão tem um prazo de 35 anos.   

 
+A A -A