TAP prevê atingir 80% da de pontualidade

Antonoaldo Neves manda carta aos trabalhadores

O presidente da TAP tem como “ambição” atingir os 80% de pontualidade e, nos cancelamentos, “99% de regularidade”. Uma garantia que Antonoaldo Neves escreve numa carta aos trabalhadores, a que a Lusa teve acesso, na qual o líder da companhia aérea sublinha também que, em 2018, prevê "fechar o ano com 16 milhões de passageiros transportados, um crescimento de 50% do número de clientes transportados desde 2015”. 

“Nos próximos anos, vamos contratar 600 pilotos e mais 2.500 tripulantes de cabine”, garantiu o gestor, numa missiva em que deu conta da implementação do plano estratégico da empresa.

O presidente executivo da TAP salientou que “as medidas implementadas resultaram", mesmo operando em infraestruturas que apresentam "muitos constrangimentos, e lidando com questões de cariz interno, entretanto ultrapassadas, que provocaram um elevado número de cancelamentos".

No entanto, "crescemos e continuamos a fazer tudo o que está ao nosso alcance para melhorar ainda mais”, salientou Antonoaldo Neves. 

“Em agosto, mês por excelência desafiante em termos operacionais, já foi possível ver os resultados das apostas feitas, em termos de pontualidade, ao nível da satisfação do cliente. Nesse mês, o NPS – Net Promoter Score – subiu em 33% em 2018 face ao ano anterior”, referiu na mesma carta. 

“Ainda ao nível de 'crew', o NPS também evoluiu favoravelmente com um crescimento do nível de satisfação dos clientes na ordem dos 13%”, adiantou Antonoaldo Neves. 

O líder da companhia aérea recordou também que, “desde o início de julho – em pleno verão – estão em vigor novos procedimentos, criados para facilitar todo o processo e melhorar os índices de pontualidade, com vista a aumentar a satisfação dos clientes".

Ao mesmo tempo está em curso "um plano de ataque às reclamações pendentes, fruto do volume acumulado nos meses críticos de cancelamentos e atrasos. Passámos ainda a ter três aviões de reserva, o que a TAP nunca teve. Também aqui o resultado das medidas adotadas foi positivo. Por exemplo, no Airbus A321, o grau de satisfação dos clientes subiu consideravelmente (19 pontos)”, especificou o gestor. 

“Há uma nova era na TAP”, garantiu Antonoaldo Neves. “Até 2025, teremos 71 novos aviões. É um grande investimento no futuro. Um investimento nas pessoas: nos nossos clientes e na família TAP”, resumiu. 

 

 

+A A -A