Mais de 100 agências de viagem espanholas fazem jornadas na ilha Terceira em 2019

Mais de uma centena de agências de viagens de Espanha vão reunir-se em jornadas na ilha Terceira, nos Açores, em abril de 2019, anunciou a Associação Portuguesa das Agências de Viagens e Turismo (APAVT).

"Contribuir para a promoção do nosso país enquanto destino turístico, tem sido, no âmbito das nossas relações internacionais,  um dos pilares da atuação da APAVT. Fazê-lo, dando resposta ao acordo ibérico assinado com a nossa congénere CEAV [Confederação Espanhola das Agências de Viagens], e envolvendo os Açores, que já foi nosso 'Destino Preferido', é, sem dúvida, circunstância especial de contentamento", adiantou o presidente da APAVT, Pedro Costa Ferreira, citado numa nota de imprensa.

As Jornadas Técnicas da Confederação Espanhola das Agências de Viagens, apresentadas hoje em Madrid, serão a primeira iniciativa no âmbito da criação da nova Plataforma Ibérica das Agências de Viagens, que junta as duas associações.

Segundo Pedro Costa Ferreira, o evento é uma oportunidade inédita de promoção dos Açores junto do mercado espanhol.

"Existe enorme curiosidade da parte do 'trade' espanhol e grande entusiasmo por parte da Região Autónoma dos Açores. Só posso prever um enorme sucesso para este evento, traduzido em aumento da procura deste arquipélago por parte do mercado emissor espanhol", salientou.

Também a secretária regional da Energia, Ambiente e Turismo dos Açores, Marta Guerreiro, destacou a importância destas jornadas para a promoção do destino.

"[É] sem dúvida mais uma oportunidade de os Açores, e em particular da ilha Terceira, se darem a experienciar através das emoções que hoje se podem vivenciar no arquipélago, cada vez mais ativo e reconhecido da Europa em qualquer altura do ano", frisou.

Para o presidente da CEAV, Rafael Gallego, a iniciativa será uma oportunidade para que os agentes de viagens conheçam a cultura, a história, a natureza e a gastronomia dos Açores.

 "O objetivo da confederação com estas jornadas é a profissionalização do agente de viagens através da formação no destino, em particular, para que posteriormente o agente, já especializado nesse destino, possa dispor de uma nova proposta, totalmente atualizada, para oferecer ao cliente final", adiantou.

 

+A A -A