TAP tenciona contratar este ano 170 pilotos e 300 tripulantes de cabine

A TAP informou hoje estar a contratar quase 500 funcionários, contabilizando 170 pilotos e cerca de 300 tripulantes de cabine, em resposta a questões da agência Lusa.

Fonte oficial da transportadora referiu que, como "previsto", estão a ser contratados mais 170 pilotos este ano, depois de em 2017 terem sido admitidos 64. A mesma fonte precisou que desde a privatização da empresa, em 2015, foram contratados 80 pilotos.

A TAP está ainda a contratar pessoal de cabine: "cerca de três centenas para formar este ano. No ano passado, foram admitidos 305".

No portal da transportadora é possível encontrar os formulários de candidatura e as condições a cumprir pelos candidatos.

O Estado português, através da Parpública, continua a ser o principal acionista da TAP (50%), estando o restante capital na posse do consórcio Atlantic Gateway, de Humberto Pedrosa e David Neeleman, que detém 45%, e dos trabalhadores (5%).

 

+A A -A