Turistas portugueses a dormir na Galiza aumentaram 17%

As dormidas dos turistas portugueses em hotéis na Galiza (Espanha) aumentaram 17% entre janeiro e agosto de 2017 face ao período homólogo de 2016, liderando o turismo internacional naquela região, anunciou hoje o Turismo galego. 

Dados do Departamento de Promoção do Turismo da Galiza referem que entre janeiro e agosto de 2017 foram registadas "247 mil dormidas de turistas portugueses em hotéis galegos", um valor que cresceu 17% face às 205 mil dormidas dos portugueses no mesmo período em 2016. 

"Não há dúvida de que está a ser um bom ano para o Turismo da Galiza. Nestes primeiros meses, recebemos 3,6 milhões de turistas estrangeiros e temos notado um importante crescimento em mercados como o português, que historicamente sempre foi importante para o nosso destino", declarou à Lusa Nava Castro, diretora-geral do Turismo da Galiza.

A responsável falava à margem de uma ação de promoção do turismo galego a jornalistas portugueses, que decorre em Santiago de Compostela até à próxima segunda-feira, no âmbito de um acordo assinado entre o Turismo da Galiza e o Turismo do Porto e Norte de Portugal (TPNP).

O número de turistas portugueses alojados em hotéis galegos aumentou em 12% entre janeiro e agosto deste ano, contabilizando-se "143 mil turistas portugueses", contra 125.840 no período homólogo de 2016.

O Turismo da Galiza anunciou também que as dormidas do turista português na Galiza aumentaram 20% em agosto deste ano, em relação ao mesmo mês de 2016.

Em agosto deste ano havia 74 mil dormidas de turistas portugueses em hotéis galegos, enquanto que no mesmo período de 2016 registaram-se 59.200 dormidas.

A estada média dos turistas portugueses na Galiza entre janeiro e agosto deste ano foi de dois dias e meio, tendo aumentado 5% no mesmo período de 2016.

A Galiza também avançou hoje que os turistas portugueses passaram a ser os líderes do turismo internacional galego, representando um terço (24%) do total de turistas estrangeiros que visitaram aquela região de Espanha em 2017. Os turistas internacionais representam 25% do turismo na Galiza, sendo a maioria (75%) espanhóis.

Em 2016, quase dois em cada dez turistas estrangeiros que visitavam a Galiza eram oriundos de Portugal.

"Estes números animam-nos a continuar a trabalhar para consolidar com Portugal, designadamente com o Caminho Português da Costa, que é o segundo itinerário mais percorrido numa lista de sete Caminhos de Santiago", declarou Nava Castro, acrescentando que é necessário diversificar as ofertas e desenvolver novas experiências turísticas para continuar a captar o mercado português.

Em declarações à Lusa, Jesús Vazquéz, presidente do município de Ourense, com cerca de 100 mil habitantes, disse que a nível de turistas estrangeiros são os portugueses que mais visitam aquela cidade do interior galego, designadamente as termas da região, a catedral de estilo arquitetónico românico e gótico de Ourense (século XIII), o casco histórico, a gastronomia e a moda.

"Somos a capital da moda e do design com Adolfo Dominguez, Roberto Verino, Carolina Herrera, Purification Garcia, e isso é um fator muito atrativo para quem nos visita", explicou o autarca, destacando também as termas e os vinhos como principais motores para cativar os turistas portugueses e outros estrangeiros.

 

+A A -A

Os mais...