Book Tours, Activities, Experiences and Things to do in Madeira and Porto Santo islands

Turistas não residentes 'salvaram' mês de Fevereiro

Dormidas na hotelaria madeirense aumentaram 3,1% à custa dos não residentes (+6,3%) e menos dos residentes em Portugal (-1,5%)
A hotelaria em Portugal registou 1,1 milhões de hóspedes e 2,8 milhões de dormidas em fevereiro de 2017, a que corresponderamacréscimos de 8,6% e 7,9% (13,8% e 12,7% em janeiro de 2017, respetivamente).No caso da Madeira, o aumento (+3,1%) foi inferior à média nacional (+4,8%) , sobretudo por culpa dos turistas não residentes (+ 6,3%), uma vez que a quota dos residentes diminuiu (-1,5%). A nível nacional as dormidas aumentaram 4,8% no mercado interno (1,5% em janeiro) e 9,2% nos mercados externos (18,2% no mês anterior), coprovando que o mês de Fevereiro foi menos positivo na RAM.A estada média (2,56 noites) decresceu 0,7% a nível nacional, enquanto na Madeira também baixou 1,1%, mas manteve-se como a mais alta do país (5,49 noites). A taxa de ocupação-cama (35,0%) aumentou 2,5 p.p. em Portugal, enquanto na Região Autónoma foi de 63,7%, um aumento de 3,7%Por fim, os proveitos na hotelaria nacional abrandaram para um crescimento de 14,4% (18,3% no mês precedente), tendo no total atingido 136,8 milhões de euros, dos quais 94,4 milhões de euros relativos a aposento que aumentaram 15,6% (17,7% em janeiro). Na Região os proveitos totais foram de 23,7 milhões de euros, +3,8% face a Fevereiro do ano passado, sendo que 15,2 milhões de euros foram proveitos de aposento, num aumento homólogo já considerado muito bom (+7,4%).
+A A -A