Hotéis do Porto e Norte com ocupação quase a 100% na Páscoa

A taxa de ocupação nos hotéis do Norte para a próxima semana da Páscoa está "quase nos 100%", mas há "ainda oferta para reservas tardias", informou hoje a Turismo do Porto e Norte de Portugal (TPNP).

Os últimos dados da taxa de ocupação para a época pascal de 2017 fornecidos hoje à Lusa pela TPNP indicam que os hotéis de gama alta do Porto e do Norte de Portugal estão "quase esgotados", registando-se também um aumento de estada média de três para quatro dias, com os hóspedes a optarem por sair na segunda-feira de Páscoa, em vez de no domingo de Páscoa.

"É esperada casa cheia na Páscoa. O destino mantém boas perspetivas hoteleiras para a quadra pascal, verificando-se já nalguns espaços a ocupação atingir os 100%. Temos conseguido consolidar e até aumentar a procura na Semana Santa e temos indicadores que nos mostram que o Porto e Norte é também cada vez mais destino de férias de Páscoa", declarou à Lusa o presidente da TPNP, Melchior Moreira.  

Hotéis considerados de gama alta ou de luxo como o Crown Plaza, Sheraton, Pestana, Carris, ou Pousada do Freixo, no Porto, e o Yeatman, em Vila Nova de Gaia, estão quase lotados.

O Hotel Axis Vermar, na Póvoa de Varzim, o Santana Hotel & Spa, em Vila do Conde, o Hotel e Spa Alfandega da Fé estão a rondar os 90% e o hotel Monverde, em Amarante, na sub-região do Tâmega, distrito do Porto, está a rondar os 100%.

Em Guimarães, os hotéis mais luxuosos como o Guimarães Hotel da Oliveira, Stay Hotel Vila Guimarães Centro, Hotel Fundador ou a Pousada de Guimarães Santa Marinha estão entre 80% e as 100%.

As celebrações da Semana Santa no Porto e Norte passam por oferecer aos visitantes eventos que vão desde as tradicionais procissões, passando por recriações da Via Sacra, missas, desfile de bois, queima do Judas, caça ao ovo, cerimónias de lava-pés, cortejos, vigílias pascais e concertos.

Na agenda da Semana Santa, lançada esta semana, a TPNP reuniu cerca de duas centenas de iniciativas, espalhadas pelo Norte de Portugal e que prometem "animar as celebrações da quadra e conquistar os visitantes que vêm ao território pela primeira vez e aqueles que regressam", refere aquela entidade de turismo. 

O Turismo do Porto e Norte de Portugal fechou o ano de 2016 com um crescimento de dormidas na ordem dos 10,70% em relação a 2015, alcançando 6,8 milhões, valores próximos dos objetivos traçados para 2020.

+A A -A

Os mais...