Book Tours, Activities, Experiences and Things to do in Madeira and Porto Santo islands

Seis estrelas Michelin passam a assinar refeições de bordo na TAP

Henrique Sá Pessoa, José Avillez, Miguel Laffan, Rui Paula, Rui Silvestre e Vítor Sobral assinam novos menus
See video
Saboreie as Estrelas com a TAP
See video

A partir de setembro, comprar um bilhete da TAP vai dar entrada para uma refeição de estrelas Michelin. Não importa a classe em que se viaja nem a distância do destino. A companhia aérea portuguesa quer pôr portugueses e estrangeiros a "provar as estrelas" que representam o melhor da gastronomia portuguesa.

Ao todo, entram seis chefs para o programa Taste the Stars, que começa a ganhar forma ainda neste mês. O protocolo já foi assinado e leva a bordo refeições pensadas por Henrique Sá Pessoa, José Avillez, Miguel Laffan, Rui Paula e Rui Silvestre, que se juntam ao chef residente da TAP, Vítor Sobral.

“Portugal é muitas vezes apresentado nos grandes Media internacionais como ‘o segredo mais bem guardado da Europa’. O compromisso que a TAP hoje reforça com este anúncio é bem claro: vamos fazer tudo o que está ao nosso alcance para que Portugal deixe de ser um segredo”, revelou Fernando Pinto na apresentação oficial deste projeto que decorreu no Palácio Pimenta, em Lisboa.

Segundo o presidente da TAP, este compromisso conjunto com os seis Chefs “vai permitir que mais pessoas vivam a experiência da excelência gastronómica e se apaixonem por Portugal: pelos aromas, pelos sabores, pelos vinhos, pela gastronomia e pela cultura”.

“A TAP, como os portugueses, tem uma paixão enorme por Portugal. Não só trazemos o mundo a Portugal como, connosco, esta paixão não conhece fronteiras e vamos levá-la a todo o mundo”, concluiu Fernando Pinto.

No âmbito do projeto, que dá pelo nome “Taste the Stars”, a TAP dará ainda voz a outros talentos da gastronomia – jovens recomendados pelos Chefs da TAP, que poderão apresentar as suas criações e sugestões para o serviço a bordo.

A TAP transporta anualmente cerca de 12 milhões de passageiros e está em franco crescimento. Em 2016, serviu a bordo dos seus aviões 14 milhões de refeições, perto de 2 milhões de litros de água engarrafada e 1,7 milhões de litros de sumos e refrigerantes, quase 37 mil quilos de café, 175 mil litros de cerveja e 1,2 milhões de garrafas de vinho nacional, constituindo-se desta forma como a maior montra da gastronomia e dos produtos portugueses e da sua degustação.

A companhia possui uma forte presença internacional, sobretudo em mercados tão importantes como os Estados Unidos da América ou o Brasil, mas também em vários países da Europa e África, e uma máquina de comunicação poderosa que, além da publicidade, inclui sistemas de entretenimento a bordo, a revista de bordo UP Magazine, uma rede alargada de canais de comunicação digital (flytap.com, newsletters, membros do programa Victoria, redes sociais, entre outros) e uma grande exposição mediática.

Com programas como o “Portugal Stopover” ou o “Abraçar Portugal”, a TAP assume de forma cada vez mais profunda a sua portugalidade e a promoção do que é nacional.

O “Taste the Stars” é mais um dos compromissos assumidos pela TAP para dar a conhecer o melhor de Portugal ao mundo. Em conjunto com alguns dos mais reputados intérpretes da gastronomia portuguesa, a TAP, reconhecidamente uma das maiores promotoras e embaixadoras de Portugal, dos seus destinos turísticos, da gastronomia, vinhos, património, tradições e cultura, vai contribuir para a valorização e notoriedade a nível mundial deste valioso e inigualável património.

Brevemente, a Companhia aérea nacional vai também revolucionar a sua carta de vinhos, num novo modelo de seleção que vai dar também oportunidade a pequenos e médios produtores portugueses que pretendam promover internacionalmente os seus vinhos.

Com o projeto “Taste the Stars”, os chefs Henrique Sá Pessoa, José Avillez, Miguel Laffan, Rui Paula e Rui Silvestre, vão criar refeições para os passageiros da TAP, descobrir, promover e incentivar novos talentos da culinária portuguesa, reinventar a utilização de produtos das várias regiões nacionais nas refeições de bordo, participar em eventos nacionais e internacionais da TAP (em Nova Iorque ou S. Paulo, por exemplo) de promoção da gastronomia portuguesa. Adicionalmente, os restaurantes dirigidos pelos chefs passam a fazer parte do Stopover.

+A A -A